🐾 Vermifugação

🐾 Por que vermifugar gatos?
A vermifugação, também conhecida como desparasitação, é a única maneira de manter seu gato protegido contra os vermes, e imune às doenças causadas por eles.
Há quem ignore esse procedimento, por achar que ter um gato caseiro é sinônimo de ter um gato imune, mas não se engane, mesmo que seu bichinho goste de ficar em casa, é muito fácil que ele sofra contágio por contato indireto, como ao ingerir carne crua ou beber água contaminada, por exemplo.

🐾 Quais os tipos de vermes em gatos?
Os gatos são suscetíveis a vários tipos diferentes de vermes, mas os mais comuns são ancilostomídeos, que causam amarelão, nematodas, conhecidas como lombrigas, cetodas, também chamadas solitárias, e os parasitas cardíacos.
É válido dizer que existem alguns tipos de vermes que também são prejudiciais a humanos e a outros animais de estimação, por isso, todo cuidado é pouco.
É possível encontrar em farmácias veterinárias vermífugos que abranjam os principais vermes, mas a maneira mais acertada de escolher é solicitando um exame de fezes ao veterinário, já que remédios eficazes para um tipo de verme podem não ser tão eficazes para outro.

🐾 Quais os sintomas da infestação?
Por natureza, qualquer tipo de verme debilita o organismo do hospedeiro, e entre os sintomas mais comuns em gatos infectados, pode-se destacar: diarreia, vômito, cansaço, sonolência, perda de peso, diminuição ou perda de apetite, retardo no crescimento, mucosas esbranquiçadas, redução da imunidade e alteração no volume das fezes.
Saiba, porém, que não é preciso esperar que seu gato apresente tais sintomas para agir. Vermifugar gatos com frequência é o melhor modo de prevenir que eles sofram com qualquer um desses sintomas.

🐾 Quando e com que frequência vermifugar?
O ideal é que a primeira vermifugação seja feita em três doses: a primeira quando o gatinho tiver 30 dias de vida, a segunda com 45 dias e a terceira com 60 dias de vida. A partir disso, o veterinário pode sugerir complementar o vermífugo com uma dose uma vez ao mês até ele completar 6 meses.
Ao longo da vida do bichano, o tempo de administração do remédio fica mais espaçado, entre 3 a 6 meses. No entanto, só é possível determinar a frequência ideal observando alguns aspectos, como o ambiente em que o gato vive, se ele tem contato com outros animais, se ele costuma passear pela vizinhança, se é caseiro, etc.
Lembrando que o ideal é que seu bichano viva dentro de casa telada, levando em conta que a estima de vida do gato que passeia pela vizinhança não é maior que 2 anos, já um gato que vive em casa telada pode viver mais de 10 anos.

🐾 Dicas        
   ðŸˆMesmo buscando informações sobre o assunto, lembre-se de que consultar um veterinário é indispensável. Até porque, como vimos, existem inúmeros tipos de vermes, e inúmeros tipos de remédios disponíveis, e somente um especialista poderá analisar qual o tipo e a frequência ideal para o seu pet;
   ðŸˆAlém dos conhecidos vermífugos em comprimido, existem as versões em tablete mastigável, líquido ou tópico, para aqueles gatinhos que dão trabalho para engolir remédio;
    🐈Lembre-se de considerar a idade e peso do seu gato ao administrar as doses, pois se for dada a dosagem errada para o seu gato, ele corre risco de intoxicação por vermífugo, especialmente se ele for muito novo e/ou estiver debilitado;
   ðŸˆMantenha o local onde o gato vive sempre limpo e higienizado, e não se esqueça de lavar a caixa de areia com frequência. Essa medida, por si só, já ajuda a manter os vermes longe do seu amiguinho.

🐾 Como devem ser as fezes?
Sempre firmes, com coloração normalmente escura, pois as fezes são sempre de acordo com a cor da ração que se alimentam. Não devem ser moles, também não devem ser secas.