🐾 Questões genéticas da cor branca

🐾 O Branco e a surdez
Só que preto e laranja são duas cores, cadê o branco? Aí que a coisa fica mais complexa ainda. O branco está em outro cromossomo, totalmente separado! E por incrível que pareça, existem três genes para pêlos brancos: um gene para manchas brancas (S/s), um gene para gatos brancos (W/w) e um gene para albinismo (C/c).

🐾 Branco
O gene para a coloração branca é autossômico e não ligado ao X, como no vermelho e no preto. Além disso, ele é epistático dominante tanto para manchas brancas (S), como para o branco total (W), ou seja, quando presente inibe o aparecimento da cor.

Ou seja, tanto um gato com genes pretos e uma gata com genética tricolor serão totalmente brancos se tiverem o gene dominante de pêlos brancos (W). Esse gene faz com que o gato produza pouquíssimos melancócitos, que conferem a cor ao pelo, então não importa se ele seria laranja ou preto, a cor não será produzida e ele será um gato branco! No albinismo, não há produção desse pigmento pelas células.

Salienta-se que na coloração dos pelos dos gatos, o branco é a ausência de cor. No albinismo (C) ele é recessivo.

O gene para o branco é associado à surdez, se este branco atinge as orelhas. A surdez pode ser bilateral e é causada por uma degeneração da cóclea no ouvido interno, que tem início alguns dias após o nascimento (Síndrome de Waardenburg). Somente os gatos que apresentam o gene da surdez, chamado de alelo w, são surdos.

Gatos brancos que possuem os dois olhos azuis apresentam de 65% a 85% de chance de serem surdos. Quando possuem somente um olho azul (gato de olho ímpar/odd-eyed), a probabilidade é de 30% a 40%. E se tiverem olhos de outra cor, a possibilidade de serem surdos cai para 17% a 22%.


A surdez somente dificulta a segurança do animal doméstico. Para ele não é recomendável sair sem a presença de um tutor, já que não conseguirá ouvir ruídos de carros, buzinas, etc.

🐾 Manchas brancas
Frequentemente, os gatos brancos apresentam um sinal colorido na pelagem da cabeça quando nascem, que representa a cor real de sua pelagem. No entanto, esta mancha desaparece com o passar do tempo.

Manchas brancas são muito comuns e variáveis. Podem se restringir apenas aos dedos, pés, pernas, nariz, queixo, barriga, peito, até uma grande mancha abrangendo várias partes do corpo ao mesmo tempo. As manchas brancas apresentam um grau variável de dominância. Geralmente gatos homozigotos para branco, costumam ter mais branco do que os heterozigotos, mas há outros genes que influenciam isso.

Alguns gatos apresentam apenas o tigrado na cabeça e rabo e o restante branco. Acreditam ser um branco malhado, porém na realidade eles são tigrados malhados de branco, já que o gene branco é que esconde o tigrado. Gatos brancos podem apresentar manchas brancas, só que estas ficam invisíveis.

🐾 Albinismo
O gene de albinismo estrito implica na completa perda da função da enzima tirosinase, que é um elemento fundamental para a produção de cor. Gatos albinos possuem pelos 100% brancos, a pele rosada sem nenhuma mancha ou pinta, tanto seu nariz, como as almofadas das patas, o interno de suas orelhas, os lábios e as pálpebras também serão rosados. Seus olhos também podem ser rosados ou em um tom de azul e verde muito claro.

E tem mais. O gene de albinismo é diferente do gene branco, ele tem a ver com uma enzima chamada tirosinase, que é um elemento fundamental para a produção de cor. Isso faz com que gatos albinos ou sejam 100% brancos e de olhos rosados, ou siameses.

Então siameses são albinos? Sim, eles têm um tipo de albinismo. Surpreendente não é? O que acontece com os siameses, e alguns outros gatos, é que a enzima que produz cor depende da temperatura do corpo. Então nas extremidades (patas, rosto, orelhas e rabo) o organismo produz mais cor e a região fica escura. No resto do corpo, que é mais quente, a cor é mais fraca.